Café da manhã altamente calórico pode ajudar a emagrecer

Posted on 22 de Abril de 2010

0


cafe

Tomar o café da manhã de um rei, almoçar como um príncipe e jantar como um plebeu. Essa realmente pode ser uma boa dica para quem quer prevenir a síndrome metabólica – caracterizada pela obesidade abdominal, altos níveis de triglicéride, resistência à insulina e aumento nos riscos de doenças cardiovasculares.

O estudo, feito pela Universidade do Alabama e publicado no periódico International Journal of Obesity, examinou a influência do tipo de alimentação e tempo de ingestão no desenvolvimento da síndrome metabólica em modelos animais (ratos). Os resultados sugerem que os animais alimentados com grandes quantidades de alimentos calóricos logo após acordar, mantiveram seus metabolismos inalterados.

Entretanto, os animais que fizeram refeições com muitas calorias no início e final do dia ganharam muito peso, aumentaram o nível de adiposidade dos tecidos do organismo e de intolerância à glicose além de outros indicadores da síndrome.

“Diversos estudos enfatizaram o tipo e a quantidade de comida ingerida, mas ninguém havia feito uma pesquisa detalhada observando as horas da ingestão. O horário das refeições pode afetar seu peso, pois o metabolismo trabalha diferentemente durante o dia; assim como altera o ritmo circadiano – relacionado com o sono – e também pode influenciar o aumento de peso”, afirma Molly Bray, o autor principal do estudo.

Acordar e comer

Bray diz que sua equipe observou que a ingestão de grande quantidade de caloria após se levantar pela manhã parece ser lidada de forma mais eficiente pelo organismo e também melhora a absorção de outros alimentos ao longo do dia. Por exemplo, quando os animais eram alimentados com muitos carboidratos, o organismo metabolizava as próximas ingestões de carboidratos de forma mais eficiente.

“Parece que a primeira refeição deixa, de alguma forma, o metabolismo programado para o resto do dia”, diz Martin Young, outro pesquisador envolvido no estudo. “Se você faz um bom desjejum, a plasticidade metabólica fica mais ‘esperta’.”

Bray e Young dizem que as implicações da pesquisa são importantes para mudar as recomendações dos profissionais de saúde sobre qualidade da dieta. Ajustar o tipo e a quantidade de consumo calórico tendo em mente uma refeição específica pode ajudar na redução do peso.

Os pesquisadores enfatizam, ainda, que os experimentos foram feitos repetidamente e, além da ingestão calórica durante a parte da manhã, sugerem que uma refeição leve a partir do final da tarde também melhora a equação relativa ao metabolismo. “Agora trabalhamos para refazer as pesquisas em humanos e observamos se há algum prejuízo para a saúde do coração”, diz Young.

com informações da University of Alabama at Birmingham

Fonte:  oqueeutenho

Posted in: Sem categorias