Condições que podem afetar os olhos

Posted on 22 de Abril de 2010

1


renjiro-sharingan

Anisocoria
Anisocoria é uma condição caracterizada pelo tamanho (diâmetro) desigual das pupilas. Esta desigualdade pode ser causada por traumas sofridos em um dos hemisférios do cérebro.


Heterocromia
Heterocromia é uma anomalia genética na qual o indivíduo possui um olho de cada cor. Quando ocorre em gatos domésticos, estes recebem a denominação de Gato de olho ímpar. Isso se deve a uma alteração no gene EYCL3 no cromossomo 15, que indica a quantidade de melanina que o olho apresentará – muita melanina gera a cor marrom, pouca a azul. Já o gene EYCL1, que indica a quantidade de pigmentos de gordura, é responsável pela nuance de tom, azul ou verde.
Apesar de haver o componente genético envolvido, outros fatores podem concorrer para a heterocromia, como a síndrome de Waardenburg, que gera surdez e provoca essa alteração. O mais comum é que ocorra através de lesões ou derrames que causem a modificação da quantidade de melanina na retina.
Muito rara em humanos, pode ocorrer em animais domésticos e selvagens. Apesar de não haver tratamento específico para a anomalia, pode-se usar lentes de contato para igualar as cores.

Miose
Miose é um termo médico para a constrição (diminuição do diâmetro) da pupila. É o oposto da midríase. É encontrada em diversas condições médicas, e também pode ser causada por algumas drogas. Os colírios usados para intencionalmente causar miose são chamados de mióticos.

Midríase
Midríase é a dilatação da pupila em função da contração do músculo dilatador da pupila. Seu contrário, ou seja, a contração da pupila, é conhecida como miose.
A dilatação do diâmetro pupilar pode ser produzida por algumas drogas, como por exemplo atropina, alguns tóxicos, substâncias de abuso tipo cocaína, álcool, e também podem estar relacionadas a lesões cerebrais focais, (por exemplo, do tronco encefálico) ou pode ser uma das reações na síndrome do pánico.

Afacia
Afacia é a falta do cristalino no olho. A causa mais frequente é a extração do cristalino por catarata senil, traumática ou congênita.
A pessoa que tem afacia (afácico) perde o efeito de filtro do cristalino para os raios ultravioleta, necessitando portanto de um período de adaptação a essa nova condição visual, que será de uma visão transitoriamente azulada. O olho fica altamente hipermétrope.

Aniridia
A aniridia é uma doença rara, que consiste na falta congênita da íris do olho. Pode afetar um só olho, mas é mais frequente que afete os dois. É geralmente acompanhada de outros transtornos como: cataratas, glaucoma, estrabismo, entre outros. Pode também existir em paralelo com outras alterações sistêmicas relacionadas com os rins e com atraso mental. É uma doença congênita e hereditária. Transmite-se a 50% dos descendentes de uma forma autossômica dominante. É resultado de uma delecção do gene PAX 6, localizado no cromosoma 11, p13, provocando falta de desenvolvimento no globo ocular.

Hifema
Hifema é o acúmulo de sangue na câmara anterior do olho. Visível como um tingimento avermelhado na câmara anterior, os hifemas são freqüentemente causados por um trauma abrupto e podem bloquear parcialmente ou completamente a visão. Quando a câmara anterior é completamente preenchida com sangue, o olho aparenta ser da cor preta e é normalmente conhecido como a “bola gato hemorrágica”, termo em referência à bola preta do jogo de sinuca.

Acoria
Para a oftalmologia, acoria (de a – não + cor + ia) é a falta congênita de pupilas.

About these ads
Tagged:
Posted in: Sem categoria